NOVO HAMBURGO

19°C

Publicidade

Tarcísio e Fátima. Dois lançamentos de obras milionárias. Solenidades bem diferentes. E o desfecho precisa ser outro

Prefeitura deu a largada para obras de revitalização do Centro de Novo Hamburgo

15 de Maio, 2018 às 16:50

Sete anos depois, obras na mesma avenida Nações Unidas: Mozar Dietrich e Tarcísio Zimmermann, em 2011; e Fátima Daudt, em 2018

Data: 14 de março de 2011. Local: Praça Punta del Este – ainda não tinha a Estação Novo Hamburgo da Trensurb. Evento: A Comusa Serviços de Água e Esgoto iniciava a obra do sistema de esgotamento sanitário da bacia do arroio Luiz Rau. Investimento: R$ 150 milhões. De 2% de esgoto tratado, a cidade saltaria para 80%. Prefeito: Tarcísio Zimmernan (PT).


Para marcar o início das obras daquilo que prometia ser a “maior obra de saneamento da história do Vale do Sinos”, teve uma solenidade com pompa e circunstância: lona gigante foi erguida na Praça Punta del Este, um pequeno auditório foi montado com dezenas de cadeiras, farta distribuição de água da Comusa, ambientação/decoração, várias autoridades presentes ... Foi um lançamento de gala, com mais de uma hora de duração.


Obra assinada, Tarcísio foi conferir as primeiras escavações na avenida Nações Unidas. Ali foram instalados canos e tubulação para a revolução no tratamento do esgoto. Tarcísio passou, seu indicado, Luis Lauermann (PT), nada fez por quatro anos, e, sete anos depois, a herança mais visível que ficou foram as ondulações na avenida Nicolau Becker, fruto de um trabalho porco e sem fiscalização da Prefeitura em relação à empresa que enterrou os canos, e colocou asfalto criando uma avenida em forma de montanha russa – segue até hoje.


E a obra de R$ 150 milhões? A Comusa teve de alterar o projeto, e está fazendo de tudo para não perder o dinheiro. Se conseguir colocar em prática, cerca de 50% do esgoto estará tratado daqui há alguns anos.


Data: 14 de maio de 2018. Local: Praça do Imigrante. Evento: A Prefeitura inicia as obras da revitalização da Praça do Imigrante, do Calçadão e de nove ruas do Centro. Investimento: R$ 24 milhões. Prefeita: Fátima Daudt (PSDB).


Publicidade


Para marcar o início das obras da Praça do Imigrante e da região central, foi feita uma solenidade simples e objetiva. Em 15 minutos, estava tudo pronto. As autoridades e convidados ficaram de pé na praça, a prefeita falou por menos de cinco minutos. Um drone fez a filmagem aérea. O contrato foi assinado numa classe escolar. “Não podemos perder tempo. Tem muita gente aqui presente que precisa trabalhar para entregar a obra dentro do prazo”, explicou Fátima Daudt.


Em seguida, Fátima e secretários foram conferir as obras na antiga Semec 2 – na avenida 1º de Março –, as melhorias na Praça Punta del Este e o início das obras da revitalização no Centro. E adivinhem qual foi a primeira via a ser interrompida para colocação de novos materiais? A mesma avenida Nações Unidas que Tarcísio Zimmermann visitou em março de 2011. Nesta segunda-feira, Fátima Daudt esteve visitando o início das obras - coincidentemente, no mesmo ponto onde o petista estava em 14 de março de 2011.


Sete anos depois, o mesmo local da cidade está em obras – por motivos diferentes, deve ficar claro. Se em 2011 o governo do PT optou pela fartura para iniciar as obras da Comusa que nunca foram entregues, em 2018 o PSDB fez a escolha pela simplicidade em relação à largada da revitalização do Centro.


Agora, é esperar que o desfecho também seja outro, e que, no final de 2019, Novo Hamburgo possa estar vibrando com um novo Centro, capaz de orgulhar e ser referência para os hamburguenses.


OBSERVAÇÃO: O editor do Portal Martin Behrend esteve presente, como repórter, nas duas solenidades.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS