NOVO HAMBURGO

25°C

Publicidade

Com nova atuação deprimente, Novo Hamburgo perde a Recopa Gaúcha

Direção do Esporte Clube Novo Hamburgo deverá realizar mudanças para disputar Série D do Campeonato Brasileiro

14 de Março, 2018 às 21:33

Lateral Assis teve uma das raras chances de gol do Novo Hamburgo na partida. Adilson Germann/JEA Comunicação

A atuação do Esporte Clube Novo Hamburgo na noite desta quarta-feira (14) só confirma uma situação: foi milagre o anilado não ter sido rebaixado no Gauchão deste ano.


No segundo confronto válido pelo título da Recopa Gaúcha, o Novo Hamburgo perdeu por 1 a 0 para o São José, no Estádio do Vale, e viu escapar a chance de conquistar um título inédito. Melhor para a equipe de Porto Alegre, que já havia vencido o primeiro confronto por 2 a 1. Foi uma atuação deprimente do clube hamburguense, sendo vaiado por dezenas de torcedores ao final dos 90 minutos.


A torcida foi esperançosa para o Estádio do Vale na noite desta quarta-feira. Afinal, a equipe estava aliviada por não ter sido rebaixada numa rodada mágica no domingo passado. Só que bastou a bola rolar para ver um Novo Hamburgo desorganizado, sem criatividade e sem compactação. O São José, que veio com um time mesclando titulares e reservas se preservando para as quartas-de-final do Gauchão, foi superior em quase toda partida. O Noia teve três chutes para defesa do goleiro Fábio em toda partida, todos praticamente sem perigo.


O São José foi premiado no segundo tempo com um golaço: uma bicicleta na entrada da grande área de Igor, sem chances para o goleiro Mchel Alves. Um gol de título, para carimbar a conquista da Recopa Gaúcha.


Eliminado na segunda rodada da Copa do Brasil; quase rebaixado no Gauchão; derrotado na final da Recopa Gaúcha. Em menos de três meses, fracassos acumulados pelo atual campeão gaúcho.


Publicidade


Agora, vem a Série D do Brasileiro. E dirigentes do Noia garantiram ao Portal Martin Behrend: o plantel vai mudar. Chegarão novos jogadores, sairão alguns atletas. A permanência do técnico Beto Campos também será avaliada, embora o treinador tenha afirmado, após a perde do título, que não pedirá para sair. Já o presidente Rosalvo Johann confirmou que haverá mudanças a serem anunciadas nos próximos dias.


O Noia estreia na Série D do Brasileirão em 21 ou 22 de abril, diante da Ferroviária, em Araraquara. No grupo anilado ainda estão Cianorte (PR) e Tubarão (SC). Ou o plantel muda, ou o quarto fracasso da temporada se encaminha.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS