NOVO HAMBURGO

30°C

Publicidade

Funerária de Novo Hamburgo traz opção cada vez mais procurada em outros países: Funeral Verde

O chamado Funeral Verde chega para oferecer uma opção sustentável e econômica para as despedidas

10 de Fevereiro, 2018 às 11:04

Há cerca de uma década, ambientalistas e ecologistas do exterior começaram a se perguntar com mais intensidade: qual a maneira mais ecologicamente correta de fazer um funeral? A partir desse questionamento, algumas práticas nas cerimônias de despedidas passaram por ajustes, principalmente com utilização de novos materiais.


Em países como Reino Unido, Polônia e China, por exemplo, logo caiu no gosto o “ecocaixão”. A substituição da madeira por bambu – inclusive certificado – logo conquistou o público, sendo que as vendas dispararam. Materias biodegradáveis também foram pesquisados e passaram a ser utilizados.


Estas práticas crescentes em outros países chegaram em Novo Hamburgo. A Funerária Krause, sempre inovando, trouxe para a região uma das grandes tendências mundiais do ramo funerário: os caixões ecológicos – ou “ecocaixões”.


Publicidade


O chamado Funeral Verde chega para oferecer uma opção sustentável e econômica para as despedidas, com urnas feitas de material ecologicamente correto. Importados dos Estados Unidos, garantem um funeral que honra a história de vida da pessoa e respeita o meio ambiente.


A Krause está trabalhando em três pilares com o Funeral Verde: caixão feito de material sustentável, ecologicamente correto e disponibilidade para cremação e sepultamento. O site da empresa é www.funerariakrause.com.br.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS