NOVO HAMBURGO

17°C

Publicidade

Novo Hamburgo derrota Paysandu e está na segunda fase da Copa do Brasil

Com boa atuação e apoio do torcedor, anilado passou para próxima etapa da competição nacional

01 de Fevereiro, 2018 às 23:50

Juninho, autor do segundo gol, comemora de joelhos ao lado de Flávio Torres. Adilson Germann/JEA Comunicação

Beto Campos mexeu na escalação. As mudanças surtiram efeito dentro de campo, com uma equipe mais agressiva e aguerrida. Fora do gramado, o torcedor anilado veio disposto a empurrar a equipe - cerca de 1,5 mil torcedores marcaram presença no Estádio do Vale. Com essa soma de virtudes, o Novo Hamburgo venceu o Paysandu por 2 a 1 na estreia da Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira. Os gols da equipe hamburguense foram marcados por Talis e Juninho. Ao final da partida, o torcedor foi ao delírio com gritos de "Oh, o campeão voltou!".


Na segunda fase da Copa do Brasil 2018, o Novo Hamburgo terá pela frente Dom Bosco (MT) ou CRB (Alagoas). As equipes se enfrentam em Cuiabá na próxima quarta-feira. E já está confirmado: o duelo da segunda fase será no Estádio do Vale. Por disputar a primeira fase, o Noia recebeu R$ 500 mil. Agora, por estar na segunda fase, receberá mais R$ 600 mil.


O Novo Hamburgo se reapresenta na tarde desta sexta-feira, 2, para iniciar a preparação visando o confronto diante do São Paulo-RG, pela quinta rodada do Campeonato Gaúcho. A equipe hamburguense terá outro duelo pra sair da lanterna. O jogo será disputado no Estádio do Vale na segunda-feira, 5, às 20h30.


A propósito: o Noia terá mais quatro jogos seguidos em casa: três confrontos pelo Gauchão - São Paulo, Cruzeiro e São Luiz - e ainda a segunda fase da Copa do Brasil. O duelo com o Avenida, marcado para 10 de fevereiro, passou para 11 de março.



O JOGO


A primeira chance anilada surgiu logo aos 5 minutos. Empurrado pela força emitida das arquibancadas, o Novo Hamburgo partiu para o ataque. Após jogada ensaiada em cobrança de escanteio, Zotti encontrou Jean Silva livre no bico da grande área. O atacante cruzou e Assis cabeceou pela linha de fundo. O Noia seguiu melhor na partida e pressionando o Papão. Aos 19 minutos, uma grande oportunidade foi criada pelo ataque hamburguense. Assis realizou cobrança de lateral em direção ao gol, o zagueiro Talis foi mais rápido que a defesa paraense e fez belo passe, de cabeça, para Jean Silva. Ele dominou driblando a marcação, porém a finalização passou à esquerda da meta de Marcão.


Publicidade


Entretanto, aos 21 minutos, os visitantes assustaram. Fernando Timbó ficou com a sobra, depois de a zaga anilada afastar cruzamento, e chutou rasteiro da intermediária. Porém, o goleiro Michel Alves apareceu para fazer firme defesa. Até por volta dos 30 minutos, o Novo Hamburgo exerceu uma supremacia no confronto. Após isto, as duas equipes permaneceram em uma postura mais defensiva, buscando correr menos riscos. Nos minutos finais, o time paraense até esboçou uma pressão, mas sem sucesso.


O Novo Hamburgo iniciou a etapa final com o mesmo ímpeto dos 45 minutos iniciais. Antes de o cronômetro completar sua segunda volta, o Anilado já havia arrematado a gol. Zotti fez bela triangulação pela esquerda com Assis. O lateral avançou em velocidade pela ponta e, sem marcação, disparou uma bomba obrigando o goleiro Marcão a trabalhar.


Era um massacre dentro de campo. O Noia pressionava nas pontas, buscava espaços pelo meio e o prêmio de tanta insistência saiu aos 6 minutos. O armador Zotti viu, mais uma vez, a movimentação de Assis pela esquerda. O ala – confiante – novamente não teve medo de arrematar com violência contra a meta do Paysandu. O arqueiro não conseguiu segurar e a bola sobrou para o zagueiro artilheiro Talis. De primeira, ele bateu no ângulo fazendo o tento anilado.


O ECNH não diminuiu o ritmo apesar do placar favorável. Aos 10 minutos, Lito passou como um raio em direção à grande área e encontrou Jean Silva, que bateu de primeira. A finalização passou raspando o travessão adversário. Depois disso, aos 14 minutos, o Novo Hamburgo ampliou a vantagem.


Inspirado, Jean Silva fez jogada exuberante e cruzou com maestria para Juninho. A única tarefa do meia foi tirar o goleiro Marcão do lance e anotar o segundo gol hamburguense na partida. Precisando empatar o confronto, o Paysandu se lançou ao ataque. Mike descontou aos 26 minutos, após cruzamento de Maicon Silva que Cassiano escorou para o atacante vencer Michel Alves. O Noia se defendeu bravamente até o árbitro encerrar o duelo e o Anilado assegurou sua classificação à segunda fase da Copa do Brasil. Fim de jogo: Novo Hamburgo 2 x 1 Paysandu.



NOVO HAMBURGO NO GAUCHÃO


17/01 – Caxias 3 x 0 Novo Hamburgo

21/01 – Novo Hamburgo 0 x 3 Inter

24/01 – São José 2 x 1 Novo Hamburgo

28/01 – Juventude 1 x 1 Novo Hamburgo

04/02 – Novo Hamburgo x São Paulo

14/02 – Novo Hamburgo x Cruzeiro

18/02 – Novo Hamburgo x São Luiz

25/02 – Grêmio x Novo Hamburgo

04/03 – Novo Hamburgo x Brasil de Pelotas

07/03 – Veranópolis x Novo Hamburgo

11/03 – Avenida x Novo Hamburgo

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS