NOVO HAMBURGO

30°C

Publicidade

Intolerância religiosa? Missionário quer retirar foto de templo budista do pórtico de Três Coroas

Muitos moradores de Três Coroas estão indignados com vídeo gravado na ERS-115

26 de Janeiro, 2018 às 10:02

Pastor gravou vídeo na lateral da ERS-115, em frente ao pórtico de Três Coroas

As últimas horas têm sido de indignação para muitos moradores de Três Coroas. O motivo do mal-estar é um vídeo publicado pelo pastor e missionário Luiz Carlos Sperling, morador do município há 46 anos.


Segurando uma bíblia, Sperling foi até o pórtico de boas vindas, localizado na ERS-115 - no trecho em que circulam milhares de turistas por ano a caminho de Gramado e Canela -, exigir a retirada da imagem do tempo budista do espaço. O portal exibe imagens de orgulhos e pontos turísticos de Três Coroas: produção calçadista, Cidade Verde, rafting, corredeiras, esportes de aventura e o templo budista. São imagens consagradas que identificam o município.


Só que o missionário discorda dessa divulgação. No vídeo, ele afirma: “O que eu quero, o que eu espero, é que esta foto do templo budista seja retirada da entrada da minha cidade, que tanto amo”, falou. Mais adiante, ele fala que a maioria dos moradores de Três Coroas são cristãos, e a democracia precisa prevalecer. “Eu não consigo entender como uma cidade cristã, na sua porta tem uma foto de um templo budista, de uma doutrina budista. Jesus Cristo disse: “Quem não é por mim, é contra mim”. A palavra do senhor revela que aquele que não confessa Cristo é anti-Cristo”, afirmou.


Mais adiante, ele tenta fazer uma relação do templo budista com uma suposta crise do setor calçadista no município. No seu perfil Facebook, Sperling tem postagens de apoio e incentivo ao deputado federal Jair Bolsonaro e atacando o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.


Publicidade


A imensa maioria das mensagens publicadas nas redes sociais discorda e lamenta o posicionamento do missionário. Mais do que isso: muitos moradores de Três Coroas estão envergonhados com o posicionamento do pastor. Confira algumas mensagens:


“Deviam prender este ser por intolerância religiosa.”


“Intolerante religioso, não preciso falar nada mais, tuas palavras já falam tudo o que precisa para acabar com a tua moral. Pode ficar sossegado, enquanto eles têm o templo deles, tu tens tua igreja de fundo de quintal. Não precisa incomodar quem está quieto.”


“O senhor tem noção do que está falando, senhor pastor? Você, como cristão, julgando o próximo? Você quer que tire a imagem de uma foto ilustrativa de um ponto turístico de Três Coroas? Por que isso lhe incomoda, quão pretensioso de sua parte. Quero deixar aqui registrado que, como o senhor e todos os seres humanos sou falha e peco, mais falar tamanha barbaridade em rede nacional, aí você se puxou em ser ridículo. Sabe "pastor", você pode ser tudo nesta vida, temos o livre arbítrio. Você pode ser católico, evangélico, luterano, espírita, budista, umbanda e até mesmo Power Rangers, menos chato e preconceituoso.”


“Fiquei aqui torcendo para um carro acabar com essa vergonha.”


“Primeiramente, o que vi neste foi a mais pura INTOLERÂNCIA RELIGIOSA. Em segundo já que o senhor se diz pastor, creio que já tenha lido sobre a doutrina budista. Eles pregam, primeiramente e acima de tudo, o AMOR, coisa que o senhor não está pregando.”


O vídeo pode ser conferido no link a seguir: https://www.facebook.com/luizcarlos.sperling/video...

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS