NOVO HAMBURGO

17°C

Publicidade

Fábrica Conceito terá estrutura ampliada na 42ª Fimec e parcerias de Ramarim e Kildare

Projeto Fábrica Conceito é uma das atrações da feira e terá novidades em 2018

23 de Janeiro, 2018 às 19:20

Modelos que serão desenvolvidos nos três dias de Fimec. Divulgação

A Fimec (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes) terá sua 42ª edição ocorrendo de 6 a 8 de março, nos pavilhões da Fenac. É um evento de repercussão mundial e com várias atrações: expositores apresentam novidades, negócios são efetivados, visitantes de dezenas de países descobrem novos parceiros e, de acordo com seus organizadores, é a única que tem tudo envolvendo a produção de calçados. São aguardados mais de 500 expositores.


Inegavelmente, dentro dos atrativos existe um que ganha a cada ano mais destaque e relevância. É a Fábrica Conceito. A iniciativa teve sua primeira edição acanhada num pequeno pavilhão da Fenac. A proposta foi tão certeira que a estrutura foi para uma área mais ampla. E agora, em 2018, em sua nona edição, o projeto vem ainda mais relevante dentro da Fimec e com espaço centralizado de 1000 metros quadrados.


Os responsáveis pelo projeto são o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC), Fenac S.A e Coelho Assessoria Empresarial. Neste ano, a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) também estará inserida na proposta, assim como o Instituto de Tecnologia do Calçado Senai de Novo Hamburgo.


Na manhã desta terça-feira, 23, a Fenac, em Novo Hamburgo, reuniu a imprensa para divulgar as novidades da Fábrica Conceito. O diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung ressaltou a importância da Fimec de trazer conteúdo cada vez mais relevante para os profissionais do setor, e enfatizou o novo espaço da Fábrica. “Nesta edição da Fimec a Fábrica Conceito deve ganhar um espaço de mais destaque, logo na entrada. Todos os visitantes devem passar por lá e conferir as novidades em inovação e tecnologia”, afirma Jung.


Publicidade


Para dar vida ao projeto, a coordenação convida indústrias que possam oferecer modelos de calçados para produzir em tempo real dentro da feira. Este ano, as marcas serão Ramarim de Nova Hartz, fabricante de calçados femininos, e Kildare, de Novo Hamburgo, marca de calçados masculinos.


A Fábrica deverá produzir 3.000 pares de calçados em três dias de feira – como acontece todos os anos, parte da produção será destinada a instituições que atuam na área de responsabilidade social, escolhidas pelos coordenadores do projeto e pelas duas indústrias de calçados.


NOVO ESPAÇO


Uma das novidades é a mudança de local, saindo do Centro de Convenções e descendo para o Pavilhão 3, bem em frente à entrada da feira, o que gera a expectativa de maior volume de visitação. A fábrica terá seis linhas de produção, de onde sairão nove modelos de calçados – serão duas sapatilhas, quatro scarpins, uma bota feminina e dois modelos de sapatênis masculinos. “Projetamos que quase todos visitantes da feira, de alguma forma, terão contato ou passarão pela fábrica em razão do seu novo posicionamento”, destaca Luis Coelho, da Coelho Assessoria Empresarial. Uma das linhas será operada por 30 alunos do curso de formação profissional do Instituto de Tecnologia do Calçado Senai de Novo Hamburgo.


ABICALÇADOS


Nesta edição, também será apresentado o Sistema de Operação Logísticas Automatizadas (SOLA), da Abicalçados. O presidente-executivo da entidade, Heitor Klein, frisou a importância da união das entidades da cadeia coureiro-calçadista. “Vivemos um tempo dramático, no qual estamos cada vez mais expostos à concorrência internacional. Precisamos encontrar propostas intramuros para aumentar a nossa competitividade e criar condições para o desenvolvimento do setor, o Sola é exemplo desse esforço”, disse, acrescentando que o Brasil passa por grandes dificuldades estruturais para o sistema produtivo, especialmente no que diz respeito ao Custo Brasil, como alta carga tributária, exceção de regulamentações e problemas de infraestrutura logística.




RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS