NOVO HAMBURGO

35°C

Publicidade

Três marcas do Vale do Sinos no meio de gigantes

Marcas regionais conhecidas e admiradas vão conquistando novos mercados

19 de Novembro, 2017 às 21:08

Marcas do Vale do Sinos dividindo espaços com poderosas empresas

Era mais um simples roteiro de compras numa tarde de domingo. O supermercado escolhido foi o Rissul, em Gramado. Lista pequena em razão de compromisso profissional de um familiar. Não mais de 10 itens anotados.


Carrinho escolhido, começo a circular pelas gôndolas, prateleiras e corredores. Vou me aproximando dos freezers dos congelados. Estava na lista: comprar uma lasanha congelada (para emergência, era a explicação). Logo que comecei a procurar um produto de marca conhecida, os olhos cruzaram por algumas embalagens com um personagem bigodudo. Logo ao lado, a marca: Bifão. Fiquei ali apreciando, dando uma conferida nos preços e observando que emparelhados estavam produtos da Sadia. Que beleza de concorrente, pensei.


Segui em busca da lasanha, até achei, mas minha atenção foi desviada por um nome – ou sobrenome – que fez parte da minha infância. Kronhardt. Ou melhor, Rodapizza Kronhardt. Na Vila Nova, alguns chamavam de “Krônha”. Enfim, uma curiosidade sobre pronúncia. De um lado das pizzas do Kronhardt, Lebon. Do outro lado, Sadia. E a Kronhardt, de Novo Hamburgo para o mundo, bem metida ali no meio.


Fui saindo do ambiente e ainda tinha de passar pelos freezers dos congelados de peixes. E a minha suspeita se confirmou: na primeira fila, com embalagem resistente e saltando aos olhos um suculento salmão, estavam os produtos da Frumar, de São Leopoldo. Marca reconhecida nacionalmente, com fornecedores de diversos países e, mais recentemente, incluída num projeto de pesquisa da Alemanha, com a chancela da PUCRS e da Fiergs. Que maravilha!


Publicidade


Deixei aquele espaço do supermercado orgulhoso. Seguido leio gente falando mal das nossas cidades, detonando o Vale do Sinos. O fato é que temos aqui muito mais gente trabalhadora e empreendedora do que vagal e sugador. Temos por aqui muito mais gente honesta do que corrupta. Temos muito mais pessoas dispostas a fazer a diferença do que aqueles azedos que ficam reclamando do mundo sentados numa cadeira surrada e digitando seus recalques nas redes sociais.


O que se precisa é mostrar, destacar e registrar quanta coisa boa temos aqui. É o caso do Bifão, Kronhardt e Frumar. E poderiam ser os sorvetes da Rei, que estão ganhando o Brasil, ou do próprio Rissul, que é filho do Vale do Sinos.


Parabéns, Bifão (mais de 64 anos), Frumar (mais de 25 anos) e Kronhardt (mais de 35 anos). Estas três marcas nasceram pequenas e, hoje, romperam fronteiras municipais, estaduais e até nacionais. Cada uma com seu ritmo, suas ambições e seus projetos individuais. Que estes exemplos de trabalho, dedicação e fidelidade por suas marcas sirvam de motivação para tantos outros empreendedores.


CONFIRA A SEGUIR REGISTROS DOS PRODUTOS NO SUPERMERCADO RISSUL DE GRAMADO

Autor

Martin Behrend

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS