NOVO HAMBURGO

29°C

Publicidade

Prefeitura anuncia solução para instalação de empresa na área da Marisol Calçados

Grupo empresarial deverá centralizar suas atividades e investimentos em Novo Hamburgo

06 de Novembro, 2017 às 16:51

Área da Marisol Calçados fica junto à Avenida dos Municípios, no bairro Canudos. Google Maps

Uma boa notícia para a geração de emprego, renda e tributos em Novo Hamburgo. A Prefeitura anunciou, na tarde desta segunda-feira (06.11), uma equação que permitirá a instalação do grupo empresarial Fleckstan no local onde funcionou a empresa Marisol Calçados, no bairro Canudos, ao lado do Aeroclube. “É uma negociação que vem ocorrendo há meses e que passa por uma questão de segurança jurídica. Acredito que viabilizamos o cenário para a ampliação da atuação deste grande grupo”, comemorou a prefeita Fátima Daudt (PSDB).


A geração de empregos não foi estimada pela empresa, mas é um negócio envolvendo milhões de reais somente com a transferência das operações nos próximos 12 meses. Mesmo com o impasse na Avenida dos Municípios – onde está localizado o terreno –, a empresa se decidiu por Novo Hamburgo em razão da localização geográfica. “Não houve pedido por incentivos fiscais”, destaca a prefeita. Se não ficasse em Novo Hamburgo, o destino da empresa seria Campo Bom.


O grupo Fleckstan tem à frente o empresário Martinho Fleck. Fazem parte do conjunto de empresas e empreendimentos a Boxflex Componentes para Calçados, Pollibox Ecoadesivos e o condomínio Hamburgo Village, em Novo Hamburgo, entre outros. As empresas exportam para 30 países. O advogado Antônio de Barros Jafar esteve na Prefeitura como diretor jurídico da empresa.


A concretização do negócio entre a Marisol e o grupo Fleckstan passa pela Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo. Em regime de urgência, o Executivo protocolou projeto de lei nesta segunda-feira para ser votado ainda hoje e quarta-feira a fim de dar segurança jurídico ao processo. “Temos um encaminhamento muito claro da juíza responsável pelo processo envolvendo o município de Novo Hamburgo e a Marisol (Valquíria Kiechle). Encontramos esse caminho e ele coloca como questão central a geração de empregos e renda para a população”, destaca Fátima.


Publicidade


A expectativa é que os vereadores tenham sensibilidade e aprovem o projeto de lei, mesmo tendo poucas horas para avaliar o texto. “Temos a questão do tempo comprimido. Não temos muitos dias de prazo recursal. E temos a sinalização entre as empresas para que o negócio seja concretizado”, completou o assessor especial de Gabinete da Prefeitura, José Cacio Bortolini. “Não apresentamos antes, pois tudo dependia do andamento do processo. Tivemos novidades somente na semana passada. Foi quando decidimos elaborar o projeto”, completa Bortolini. O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (Conjur) da Câmara, Naasom Luciano (PTB), já teve acesso ao parecer jurídico e teria considerado inquestionável o teor e a urgência da aprovação do projeto.


PROCESSO


O terreno onde se instalou a Marisol Calçados, no bairro Canudos, foi concedido como incentivos da Prefeitura de Novo Hamburgo. Como a empresa não ficou por muito tempo no local, há uma disputa judicial envolvendo a posse e as benfeitorias do terreno – avaliado em R$ 7 milhões. O município ingressou na Justiça questionando a falta de retorno da empresa na perspectiva de geração de empregos e tributos, embora tenha recebido benefícios.


Dentro desse impasse Novo Hamburgo x Marisol, foi criada uma alternativa jurídica de se apresentar caução de R$ 5 milhões pela empresa a fim de liberar o imóvel para a chegada de outra empresa. “O que está prevalecendo nesse processo é a vontade de se achar uma solução interessante para todas as partes. E, desta forma, estaremos permitindo que Fleckstan e Marisol formalizem um negócio, movimentando a economia”, reforça Fátima. Outro detalhe que contou a favor da instalação do grupo empresarial é que o local está praticamente pronto para ser usado, já que a Marisol vem mantendo o local limpo e seguro.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS