NOVO HAMBURGO

29°C

Publicidade

Hospital Municipal de Novo Hamburgo completa 70 anos com intensa programação de aniversário

Hospital foi inaugurado em 1º de novembro de 1947 e mereceu amplo destaque no jornal O 5 de Abril

05 de Novembro, 2017 às 16:32

Reportagem do jornal O 5 de Abril em 7 de novembro de 1947 confirmando a inauguração

Novembro marca o período de celebração pelo aniversário de 70 anos do Hospital Municipal de Novo Hamburgo (HMNH). A trajetória de grandes desafios, conquistas e transformações da instituição tem como marco a sua inauguração em 1º de novembro de 1947. Na imagem em anexo está a reportagem do jornal O 5 de Abril destacando a inauguração. De Hospital Darcy Vargas, passando por Hospital Geral até Hospital Municipal, muitas histórias.


Com diversas atividades na agenda, a casa de atendimento e promoção da saúde realizou nesta semana o ato solene de abertura de uma programação especial. O evento ocorreu no Núcleo de Estudos da Feevale, que integra o complexo do HMNH, no bairro Operário, e contou com a presença de autoridades, público relacionado e imprensa.


O registro do primeiro paciente data do dia 2 de novembro do ano de fundação e se tratava da parturiente Lurdes Oliveira Carvalho. Para o

primeiro evento das comemorações, a Administração do HMNH conseguiu localizar parte de sua família, que foi convidada a integrar a festividade. A nora da primeira paciente, Edite Cristina Herrera Melo, veio acompanhada das duas filhas de Lurdes, Ana Maria de Oliveira e Mara Regina de Oliveira, além dos netos Marisol e Richard e da bisneta Jade.



Participaram do ato solene o assessor jurídico especial da Prefeitura de Novo Hamburgo, Ruy Noronha, o assessor especial de Gabinete, José Cacio Bortolini, o secretário de Administração, Lineo Baum, a chefe de Gabinete da Secretaria de Saúde (SMS), Iara Berg, o diretor administrativo da SMS, Raul Becker, e a diretora de Saúde, Maristela Saul. Também estiveram no evento a presidente da Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (FSNH), Cláudia Schenkel, a diretora de Gestão Ambulatorial e Atenção Básica de Saúde, Úrsula Vogel Schmitz, a diretora de Gestão Hospitalar, Aline Girsch, e o vice-prefeito e secretário de Saúde, Dr. Antônio Fagan.


Para a presidente da Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo, Cláudia Schenkel, o trabalho em equipe merece todo o reconhecimento. “As celebrações pelos 70 anos do Hospital Municipal mantêm o foco no dinamismo, no empenho e na dedicação de nossos abnegados profissionais”, destaca. O Dr. Fagan, justamente, diz que os festejos pelos 70 anos leva a um momento de reflexão sobre a história da saúde em Novo Hamburgo. “O que levou aqueles primeiros profissionais, representados nas figuras do médico Eugênio Adams e do enfermeiro Agenor Soares, a se dedicar a um propósito tão desafiador em tempos distantes de todo e qualquer aparato tecnológico?”, observa. “A força de vontade e a determinação dos pioneiros intriga a quem trabalha nesse hospital ainda jovem, sim, e com um futuro promissor pela frente”, complementa.



AGENDA ESPECIAL

A programação pelos 70 anos do HMNH contempla seu público interno com atividades motivacionais e de interação com a comunidade como a 1ª Jornada Médica da Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo, nos próximos dias 10 e 11; o evento Hospital mais Próximo da População, com atividades de saúde e orientações no Parcão, em 25 deste mês, e o encerramento da festividade pelos 70 anos na Fundação Ernesto Frederico Scheffel, em Hamburgo Velho, no dia 30. Especificamente para o público interno, as ações Varal de Histórias “Sou Funcionário e Nasci Aqui”, a Exposição da História dos 70 anos do HMNH, a Mostra Digital “Orgulho de ser Colaborador”, além de apresentações culturais.



LIVRO DE REGISTROS

O solene ato de abertura das comemorações pelo 70º aniversário do Hospital Municipal contou com a materialização de um importante resgate histórico. No caso, a apresentação aos presentes de um grande livro de capa dura que se tornou tesouro documental. Hoje restaurada, a publicação guarda os primeiros registros de atendimento hospitalar do HMNH, com os nomes dos pacientes e informações relevantes para diagnósticos e tratamentos.



Apresentado por Cláudia Schenkel para o público do evento, o primeiro livro de registros do Hospital Municipal passa a fazer parte do acervo do Arquivo Histórico do Município. Nessa hora, a diretora de Gestão Hospitalar, Aline Girsch, fez a entrega do exemplar único para o professor Paulo Daniel Spolier, responsável pelo Arquivo Histórico da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), da Prefeitura de Novo Hamburgo. E Cláudia fez questão de aproveitar a oportunidade para agradecer a Ângelo Louzada, do Sindicato dos Trabalhadores de Saúde de Novo Hamburgo e Região, por ter localizado o livro e entregue à Administração, devolvendo parte da memória em saúde para a comunidade hamburguense.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS