NOVO HAMBURGO

29°C

Publicidade

Administrando a solidão

É necessário ter muita atenção a situação imediatamente anterior ao fenômeno do suicídio: a solidão

25 de Outubro, 2017 às 08:16

Solidão: um tema a ser debatido e enfatizado com mais intensidade. Divulgação

Enquanto a mídia em geral se dedica seriamente a uma situação que toma formas relativamente alarmantes – o número preocupante de suicídios - é necessário ter também muita atenção a situação imediatamente anterior ao fenômeno, uma situação muito mais corriqueira e que é comum a terceira idade, a que alguns performantes idiotas classificam como “a melhor idade”, qual seja a SOLIDÃO.


Cada parágrafo é uma parada para pensar:


“A pior parte de envelhecer é não ter mais objetivos.”


“Cedo ou tarde chega o momento em que você é deixado sozinho.”


“O sofrimento da pessoa começa na solidão.”


“Como é triste saber que de repente você é um fardo para sua família.”


“Chega o momento da ausência do afeto, da afeição.”


Publicidade


“Ficar solitário? Mas é mais solitário viver em um casamento sem amor . . .”


“Um leito solitário é um esquife.”


“Até uma obra de arte – assim como uma simples crônica - só pode ser compreendida pelo amor, pois elas são espécies de uma solidão infinita e somente o amor pode senti-las, entendê-las e aceita-las.


“Mas se de repente nos sentimos sozinhos na solidão, quem sabe ficamos sozinhos juntos?”


“Na solidão nos resta o pensamento; pensar o presente, até pensar o futuro, mas principalmente, pensar o passado (Rainer Maria Rilke).”


“Nós somos as escolhas que fizemos.”

Autor

Claudio Behrend

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS