NOVO HAMBURGO

26°C

Publicidade

Escola Pasqualini segue sofrendo com vandalismo e Feltes garante: recursos prometidos estão assegurados

Associação Amigos da Escola Estadual Senador Alberto Pasqualini de Novo Hamburgo está mobilizada para evitar ainda mais prejuízos ao patrimônio

24 de Outubro, 2017 às 16:38

Casa do Diretor vem sofrendo com vandalismo e precisa de investimentos.

Em 7 de julho deste ano, o Portal Martin Behrend publicou reportagem com a seguinte manchete: “Giovani Feltes confirma mais de R$ 850 mil para início das obras de recuperação do Pasqualini”. A matéria pode ser conferida no link: http://www.martinbehrend.com.br/noticias/noticia/i...


Mais de três meses se passaram e o entusiasmo com o anúncio vem se transformando em apreensão. Isso porque, os integrantes da Associação Amigos da Escola Estadual Senador Alberto Pasqualini de Novo Hamburgo estão inseguros sobre a aplicação de recursos para começar a recuperar parte do patrimônio com décadas de história.


Um dos fatos preocupantes mais recentes envolve o prédio conhecido como Casa do Diretor – era a residência do diretor da antiga Escola Vocacional Agro-Industrial (EVAI). Como não é mais ocupado, o prédio vem sendo alvo de vândalos. Episódios de arrombamentos, destruição de portas, vidraças quebradas, pichações nas paredes internas e até mesmo fogo no assoalho estão sendo registrados. “Estamos preocupados. Não conseguimos ter a confirmação da chegada do recurso e a situação vai piorando em outras partes do colégio”, relata uma integrante da associação, Diva Walzer Kuhn.


Publicidade


O descontrole é grande na escola, pois não há vigias nos finais de semana. Inclusive, alunos circulam na casa promovendo sujeira e depredações. “Já solicitamos ao governo do Estado a indicação e liberação de um policial militar para poder ocupar o imóvel junto com sua família. Seria uma maneira de reativar e proteger a casa, além de trazer mais segurança”, completa.


A reportagem do Portal Martin Behrend entrou em contato com a assessoria de imprensa do secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes (PMDB). Foi enviado o seguinte esclarecimento:


1 - O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, reafirma que os recursos necessários para as duas primeiras fases de obras estão assegurados;


2 - O projeto de recuperação do auditório, que compreende melhorias em dois pavimentos, na cobertura, instalações elétricas e revestimentos, já tem empresa definida em licitação (Portotec Construtora) e as minutas do contrato estão sob análise final por parte da Assessoria Jurídica da Secretaria de Educação. O valor a ser contratado para esta obra é de R$ 546.522,12, já estando reservado para esta finalidade por parte da Fazenda,


3 - O projeto de reforma emergencial do telhado do prédio principal da Escola foi encaminhado para vistoria em 25 de setembro. Para esta obra, o Estado já repassou diretamente para a conta do Pasqualini a quantia de R$ 150 mil, e


4 - Portanto, os recursos financeiros estão assegurados e sem riscos de utilização distinta ao compromisso formado do secretário junto à direção do Pasqualini e Comissão de Ex-Alunos, restando apenas superar estas etapas internas da Seduc para o efetivo início das obras.



Em 2014, o Portal Martin Behrend publicou a seguinte reportagem: “Ensino técnico e reformas no Colégio Pasqualini: quatro anos de promessas vazias”. Naquela oportunidade – há três anos – se destacava a falta de investimentos e anúncios que nunca se confirmaram. A matéria está no link: http://www.martinbehrend.com.br/noticias/noticia/i...


De lá pra cá, praticamente nada mudou, e o Pasqualini segue necessitando de investimentos urgentes antes que venha abaixo pouco do patrimônio histórico que ainda está preservado.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS