NOVO HAMBURGO

29°C

Publicidade

Tambo do Bando apresenta show no Espaço Cultural Antiga Matriz em Dois Irmãos

Ponto alto das comemorações dos 30 anos de trajetória do Tambo do Bando, o show apresenta uma releitura dos clássicos do grupo

20 de Outubro, 2017 às 09:54

​O dia 22 de outubro vai marcar a apresentação no Espaço Cultural Antiga Matriz de São Miguel. Divulgação

O dia 22 de outubro (doningo) vai marcar a apresentação no Espaço Cultural Antiga Matriz de São Miguel, do show de lançamento do álbum Tambo do Bando – Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia, comemorativo aos 30 anos de história do grupo. Com realização da Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos, o show será apresentado com entrada franca. O álbum duplo Tambo do Bando – Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia, comemorativo aos 30 anos de história do grupo estará à venda no local da apresentação.

O SHOW


Ponto alto das comemorações dos 30 anos de trajetória do Tambo do Bando, o show apresenta uma releitura dos clássicos do grupo e marca o lançamento do álbum duplo, que resgata em formato CD, os LPs Ingênuos Malditos (1990) e Tambo do Bando (1992), além de homenagear a memória do letrista da banda, jornalista e escritor Luiz Sérgio Metz (Jacaré), pelos 21 anos de saudade.

CONCEPÇÃO DO SHOW


Com direção musical e arranjos do Tambo do Bando, o roteiro é formado pelo repertório do álbum duplo (canções dos discos Ingênuos Malditos e Tambo do Bando), pelas músicas inéditas do grupo: Inacabada, Há um louco no vagão e Recantar uma milonga, além do Pout-Pourri de clássicos da canção brasileira e regional como Asa Branca (L. Gonzaga e H. Teixeira) e Os homens de preto (Paulo Ruschel).


Clássico, mas irreverente, sublinhado pela sobriedade cênica, o espetáculo tem iluminação, figurino e cenário especialmente criados. O cenário do show conta a história do Tambo do Bando por meio da projeção de imagens sugeridas pela própria poética da obra do grupo. Marcado pela maturidade vocal e musical e pelo rigor estético, o show apresenta fortes referências da música regional, retratando uma significativa e diferenciada etapa da música gaúcha dentro destes quase quarenta anos do movimento cultural caracterizado pelos festivais, e repassa a trajetória do grupo com toda a originalidade, vigor poético e lírico, que sempre o caracterizou.

ROTEIRO DO SHOW


-Os homens de preto – Paulo Ruschel

-Cruz de cada um – Sérgio Metz e Leandro Cachoeira

-Coisas de 90, 90, 91... Sérgio Metz, Vinícius Brum e Leandro Cachoeira

-Inacabada – Vinícius Brum

-Deixem seus olhos fixos – Sérgio Metz e Vinícius Brum

-Há um louco no vagão – Jacaré e Beto Bollo

-Areia do fim das areias – Vinícius Brum, Beto Bollo e Marcelo Lehmann

-Recontar uma milonga – Leandro Cachoeira e Marcelo Lehmann

-Terra – Beto Bollo e Beto Barros

-Os ciganos vão para o céu – Sérgio Metz e Vinícius Brum

-Ingênuos Malditos – Sérgio Metz e Vinícius Brum

-Os contatos imediatos do terceiro mundo – Sérgio Metz, Vinícius Brum e Leandro Cachoeira

-O campeiro e o gravador – Sérgio Metz, Vinícius Brum e Carlos Leandro

-O bombo da noite – Sérgio Metz e Vinícius Brum

-Pout-Pourri


TAMBO DO BANDO - HISTÓRICO


Formado pelos compositores Beto Bollo (voz e violão), Carlos Cachoeira (voz e violão), Marcelo Lehmann (voz e piano), Texo Cabral (voz, harmônica e flauta) e Vinicius Brum (voz e violão), o grupo musical Tambo do Bando foi criado na primavera de 1986, em Porto Alegre, e está completando 30 anos de trajetória. Com dois LPs gravados, Ingênuos Malditos (1990) e Tambo do Bando (1992), ficou diferenciado pela quantidade de premiações que recebeu.


Foi o grande vencedor de vários festivais, entre eles o Festival Sul-Americano de Nativismo Musicanto (1988) e conquistou mais de 50 troféus de Melhor Conjunto Vocal nos festivais em que participou. A canção Um Mate por Ti foi escolhida, em 1987, a Melhor Música da Década – Prêmio IGTF-Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore e, no mesmo ano, o grupo foi eleito pela imprensa gaúcha o Melhor Grupo Vocal e Grupo Revelação do RS.


Em 1989 recebeu destaque da imprensa como Melhor Grupo do ano e Sérgio Jacaré como Melhor Letrista, prêmio com o qual foi contemplado várias vezes, incluindo o Prêmio Açorianos de Música, concedido pela Secretaria Municipal da Cultura da Prefeitura de Porto Alegre, nesta categoria, em 1991.


Voltado ao gênero Regional, o Tambo do Bando revolucionou a estética da música regional gaúcha ao unir sonoridades e linguagens universais à temática nativista. Apresenta influências de importantes nomes e grupos do cenário musical gaúcho, brasileiro e internacional, que combinam vários gêneros e estilos, passando por Paulo Ruschel, Astor Piazzolla, Beatles, U2, Atahualpa Yupanqui, Mercedes Sosa, Aparício Silva Rillo e Vivaldi; fato que explicita o ecletismo característico do Tambo do Bando.


Com grande receptividade do público e da crítica especializada, em dezembro de 2016, abrindo as comemorações dos 30 anos, o Tambo do Bando estreou no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa, em Porto Alegre, o show de lançamento do álbum duplo, intitulado: Tambo do Bando –Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia.

SERVIÇO DO SHOW


Show Tambo do Bando –Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia

22 de outubro de 2017–19h–Espaço Cultural Antiga Matriz de São Miguel

Av. São Miguel – Centro - Dois Irmãos

Entrada franca

Duração: 70 minutos

O álbum duplo Tambo do Bando –Com o pé no galpão e a cabeça na galáxia, comemorativo aos 30 anos de história do grupo

estará à venda no local.

Valor: R$ 50,00.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS