NOVO HAMBURGO

38°C

Publicidade

Uma noite. Dois escritores de Novo Hamburgo. Três livros sendo lançados

Felipe Kuhn Braun e Gilberto Abrão realizam sessões de autógrafos no dia 26 de setembro (terça-feira)

23 de Setembro, 2017 às 17:01

Gilberto Abrão e Felipe Kuhn Braun convidam comunidade para lançamentos de novos livros. Fotos Divulgação

A próxima terça-feira (26.09) será especial para a literatura em Novo Hamburgo. Numa mesma noite, dois autores estarão realizando o lançamento de três livros. O jornalista Felipe Kuhn Braun, 30 anos, e o empresário e notório contador de histórias Gilberto Abrão, 74 anos, são os protagonistas de uma noite que marca o lançamento de três livros.


GILBERTO ABRÃO


Curitibano de nascimento e hamburguense de coração, Gilberto Abrão lança seu quarto livro, “O amuleto de Leila”. Abrão aposta em uma história de amor permeado por questões de racismo, da islamofobia e do radicalismo religioso. O lançamento, com sessão de autógrafos, está marcado para as 18 horas, no Break Café (Avenida Pedro Adams Filho, 4860, Centro de Novo Hamburgo).


Gilberto Abrão tem outros três livros publicados: o primeiro romance, “Mohamed, o latoeiro”, publicado em 2009; “O muçulmano e a judia”, publicado em 2011; e em 2014 publicou “O escriba de Granada”. Os dois primeiros livros do Gilberto já foram traduzidos para o inglês e estão sendo vendidos no mundo inteiro pelo sistema de e-book, pela Kindle-Amazon.


Publicidade


FELIPE KUHN BRAUN


O jornalista e escritor Felipe Kuhn Braun traz mais duas publicações ao mercado: “A morte: antigas tradições e suas representações no sul do Brasil’ e “Alemães no Brasil: 1824 – 1945". Assim, ele alcança a incrível marca de 15 livros publicados. O evento de lançamento das obras será realizado a partir das 20 horas na Fundação Scheffel, no Auditório Adão Adolfo Schmitt (Rua General Daltro Filho, 911, Hamburgo Velho, em Novo Hamburgo).


Coordenador de genealogia do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo e colaborador do Instituto de Pesquisas Históricas da Universidade de Mainz, na Alemanha, Kuhn Braun realiza pesquisas há 16 anos. Possui um acervo de 37 mil imagens envolvendo imigrantes alemães, suas famílias e as cidades onde viveram. Atualmente, é vereador em Novo Hamburgo pelo PDT.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS