NOVO HAMBURGO

28°C

Publicidade

Animais irracionais, talvez vermes, picham prédio histórico ainda em fase de recuperação no Centro de Novo Hamburgo

Prédio da antiga Escola Oswaldo Cruz vem sendo recuperado num grande esforço comunitário

04 de Setembro, 2017 às 12:58

Pichação registrada na lateral do prédio ainda em recuperação. Divulgação

São animais irracionais. Vermes da sociedade. Só assim para definir os autores de uma das mais recentes pichações em Novo Hamburgo. O prédio do antigo Colégio Oswaldo Cruz, no Calçadão de Novo Hamburgo e com frente para a Rua Bento Gonçalves, prestes a completar 90 anos, vem passando por recuperação. É um grande esforço da Comunidade da Ascensão (vinculada à IECLB), com eventos gastronômicos, culturais e outras ações, para reunir fundos e manter vivo esse pedaço da história de Novo Hamburgo.


A obra de revitalização não está finalizada. O telhado foi recuperado, a fachada está praticamente pronta. Faltam ainda mais alguns detalhes e recursos financeiros para entregar à comunidade este histórico espaço.


Só que mesmo antes da conclusão alguns animais irracionais, talvez vermes, já externaram sua capacidade de produzir maldades. Na parede lateral, que fica voltada para o Calçadão, um marginal – ou marginais – trataram de realizar uma pichação. É um crime. Aliás, é mais desse tipo de gente que se esconde nas sombras da noite para agir.


Publicidade


Penso onde estão os pais e as mães, os avós e os tios desses vermes. Será que eles também picham as casas de amigos e familiares? Será que esses vermes da sociedade conseguiriam produzir algo de útil, além de estragar quem está tentando embelezar a cidade e preservar a história?


Atos de pichações ocorrem em diferentes locais do planeta. Agora, tem como reduzir a incidência. Denúncias, operações especiais, câmeras de segurança. E, se achar os responsáveis, fazer limpar cada estrago.


Cabe lembrar que no mesmo Calçadão o Espaço Cultural Albano Hartz - antiga Sociedade Ginástica Novo Hamburgo - está brilhando após também passar por um banho de loja, já que tinha sido alvo de pichações. Será que ele vai escapar de mais agressões? Parte do próprio prédio da Comunidade da Ascensão estão infestado, sujo e emporcalhado por pichações. Um crime ao bem-estar da cidade.


Avante, comunidade hamburguense. Que não se permita que estes vermes estraguem ainda mais a cidade. Força, comunidade responsável pela recuperação. Estamos juntos!

Autor

Martin Behrend

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS