NOVO HAMBURGO

28°C

Publicidade

Após 18 anos trabalhando com crianças de Novo Hamburgo, projeto AABB Comunidade tem suas atividades paralisadas

A Prefeitura de Novo Hamburgo não renovou o contrato em razão do novo marco regulatório das organizações da sociedade civil

29 de Agosto, 2017 às 16:23

Foram 18 anos promovendo a educação, a cultura e o esporte entre os estudantes da rede pública municipal de ensino. Divulgação

Por: DOC - Agência de Conteúdo


Foram 18 anos promovendo a educação, a cultura e o esporte entre os estudantes da rede pública municipal de ensino de Novo Hamburgo. Essa história de solidariedade foi interrompida em 2017, e o Projeto AABB Comunidade está interrompido, deixando de atender 230 crianças que tinham oficinas de dança, leitura, esporte e ecologia no contraturno escolar. A paralisação das atividades foi ocasionada pela não renovação do contrato com a Prefeitura de Novo Hamburgo.


O projeto foi desenvolvido pela unidade local da Associação Atlética Banco do Brasil, a AABB, e funcionava na sede da entidade. Tinha, além da parceria com a Prefeitura, o apoio da Fundação Banco do Brasil (FBB) e da Federação das AABBs. Outra parceira local do projeto era a Viação Hamburguesa, que viabilizava gratuitamente o transporte das crianças.



O motivo da quebra de uma parceria tão antiga e que resistiu a tantos diferentes governos municipais seria o novo marco regulatório das organizações da sociedade civil. O regramento altera as relações entre o Poder Público e entidades. “Nesse momento ninguém entende ao certo o que o pode e o que não pode a partir desse marco. São vários os complicadores que, infelizmente, impedem o projeto de seguir em atividade”, explica Inácio Otto Wolfart, ex-funcionário do Banco do Brasil e um dos idealizadores da iniciativa em Novo Hamburgo há quase duas décadas.



Publicidade



Nesses meses em que o projeto deixou de funcionar, representantes do AABB Comunidade tem estado em contato com a Prefeitura. O objetivo é adequar o projeto às exigências do marco regulatório, e com isso restabelecer a parceria. Questionada pelo Portal Martin Behrend, a Prefeitura acenou a com a possibilidade de retomar o projeto, e afirma que tem absorvido as atividades antes realizadas na sede da AABB. Em Caxias do Sul, o mesmo projeto também sofreu abalos em razão do mesmo problema apontado pela Prefeitura hamburguense.


Confira a nota enviada pela assessoria de imprensa da Prefeitura:


"Em função do novo regramento do Marco Regulatório, o contrato com a AABB não foi renovado. A secretaria de Educação absorveu as atividades do programa realizadas na Associação. Um novo contrato entre a AABB e a Administração Municipal poderá ser avaliado para o próximo exercício."

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS