NOVO HAMBURGO

32°C

Publicidade

Curso de Medicina tem 41,3 candidatos por vaga na Universidade Feevale

No total, 1.239 candidatos se inscreveram e irão disputar uma das 30 vagas oferecidas nesta primeira seleção

24 de Agosto, 2017 às 17:14

As aulas terão início no dia 12 de setembro na universidade hamburguense. Divulgação

Terminou nesta quarta-feira, dia 23, o prazo de inscrições para o processo seletivo para o curso de Medicina na Universidade Feevale. No total, 1.239 candidatos se inscreveram e irão disputar uma das 30 vagas oferecidas nesta primeira seleção, o que representa 41,3 candidatos por vaga. A publicação da homologação das inscrições ocorrerá até as 22 horas da próxima segunda-feira, dia 28, e as aulas terão início no dia 12 de setembro. O valor da mensalidade deverá ficar em torno de R$ 7,9 mil.


O ingresso se dará por meio de resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nos anos de 2015 e 2016. A Feevale também adotará o critério de inclusão regional, que tem por objetivo estimular o acesso dos estudantes que cursaram todo o Ensino Médio na região de abrangência da Universidade. Essa política de ação inclusiva será feita por meio de um acréscimo de 2% na média final de classificação obtida pelo candidato que concluiu todos os anos do Ensino Médio nas seguintes cidades: Araricá, Campo Bom, Canoas, Dois Irmãos, Estância Velha, Esteio, Igrejinha, Ivoti, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Parobé, Portão, Presidente Lucena, Riozinho, Rolante, Santa Maria do Herval, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Taquara e Três Coroas.


Publicidade


Sobre o curso


Os estudantes participarão de atividades práticas desde o primeiro semestre de formação, com atendimento à comunidade na rede de atenção básica dos municípios de Novo Hamburgo, Campo Bom, Dois Irmãos, Ivoti e Sapiranga, nos hospitais conveniados e no Centro Integrado de Especialidades em Saúde (CIES), localizado junto ao Câmpus II da Feevale. O investimento da Universidade Feevale para a implantação do curso de Medicina é de cerca de R$ 15 milhões, considerando a construção, ampliação e melhorias em laboratórios e espaços específicos, como o Centro Integrado de Especialidades em Saúde, destinado ao atendimento de pacientes do SUS e à formação dos profissionais de saúde.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS