NOVO HAMBURGO

24°C

Publicidade

Esquerda, Direita e o fim da síndrome de Down

A Islândia, em pleno 2017, está prestes a ser um dos primeiros países do mundo a erradicar a síndrome de Down.

20 de Agosto, 2017 às 17:44

Em função dos protestos das últimas semanas por parte de alguns grupelhos aqui nos Estados Unidos que ainda nutrem simpatia por ideias racistas e xenófobas, tivemos um bombardeio de artigos, notícias e debates tentando explicar a origem das ideias nazistas e levantando a seguinte questão; seria este um movimento de esquerda ou de direita? Esqueça isso. O nazismo é um tema complexo e difícil enquadrar em um dos espectros políticos atuais. O que podemos dizer com toda certeza é que o projeto nazista tinha como objetivo fazer uma seleção genética onde apenas pessoas consideradas “perfeitas” seriam aceitas. Isso inclusive tem nome; chama-se eugenia. Deficientes físicos, pessoas com problemas mentais ou alguém que tivesse uma origem “não adequada” seria eliminada, simples assim.


Ao ver tudo isso, você pode pensar que essa coisa de nazismo não é apenas algo perverso, mas uma ideia cafona, ultrapassada... Seleção genética, quem poderia pensar nisso hoje em dia? Quem poderia matar uma criança em nome de um “aperfeiçoamento”?


Pois bem, a Islândia, em pleno 2017, está prestes a ser um dos primeiros países do mundo a erradicar a síndrome de Down. E como conseguiram isso? Simples, através do aborto. Mulheres fazem um exame no início da gestação e, se confirmado alguma característica indesejada, mata-se o bebê. Desta forma, apenas crianças consideradas “aceitáveis” têm o direito à vida.


Publicidade


O portal “yahoo notícias” considera esta medida “sensacional”. Isso mesmo. Eles dizem que tal resultado só foi conseguido através de “uma política de saúde bem definida e acessível”. Temos a impressão de que trata-se de algo positivo, de uma vitória do povo Islandês quando na verdade, trata-se de um infanticídio. O portal “yahoo notícias” tem quase 2 milhões de seguidores. A perspectiva positiva para uma medida eugênica como essa pode ser vista e replicada através de compartilhamentos, para centenas de milhares de pessoas.


Enquanto se discute se o nazismo era de esquerda ou de direita, mais um inocente é morto na Islândia pela própria mãe por ter síndrome de Down, sendo o fato considerado “sensacional” por um portal com milhões de seguidores. E você achando que os 300 imbecis supremacistas do interior americano representam alguma ameaça....


Link da notícia: https://br.vida-estilo.yahoo.com/saiba-qual-pais-e...


Link do post: https://www.facebook.com/YahooNoticias/posts/1676653625691682

Autor

Rodrigo de Bem Nunes

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS