NOVO HAMBURGO

28°C

Publicidade

Caso dos panfletos anônimos: investigada que aparece em vídeo estaria de licença médica

Polícia Civil de Campo Bom cumpriu mandando de busca e apreensão em residência de suspeita

19 de Agosto, 2017 às 08:36

Imagens confirmam que investigada esteve postando dezenas de envelopes em Araricá. Reprodução

Quem enviou no final de julho panfletos anônimos criticando a administração do prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi (PDT), alguns secretários municipais e também os repasses de publicidade feitos ao jornal A Gazeta, de Campo Bom? Quem pagou e distribuiu esse material enviado pelos Correios, que pode ser considerado ofensivo ou contendo supostas calúnias e difamações? É isso que a Polícia Civil de Campo Bom está investigando. Nesta quinta-feira, os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na residência de uma investigada. O mandado foi expedido pela juíza Greice Witt.


A investigada é Vanessa Reichert. Ela foi identificada no sistema de videomonitoramento da agência dos Correios de Araricá, onde foram postados os envelopes com os panfletos anônimos. Segundo as imagens, ela esteve no local no dia 24 de julho (segunda-feira), por volta de 16h47, carregada de vários envelopes. Vanessa atua como CC na Secretaria de Obras da Prefeitura de Novo Hamburgo - é chefe de equipe. Ela é uma indicação do titular da pasta, Faisal Karam, ex-prefeito de Campo Bom, e veio em razão do bom trabalho realizado principalmente no segundo mandato de Faisal. Segundo o secretário, Vanessa estava de licença médica naquela data. "Ela tem uma situação particular a ser verificada envolvendo sua saúde. E por isso foi liberada pra poder resolver isso", explica Faisal, confirmando que recebeu atestado.


Segundo o ex-prefeito, a servidora esteve naquela data em Araricá, onde reside uma familiar, e despachou material da empresa da família pelos Correios. "Ela deverá seguir trabalhando na Prefeitura. Inclusive trabalhou nesta sexta-feira até se apresentar para prestar depoimento no começo da tarde na delegacia", completa Faisal. "Estranho, apenas, a liberação destas imagens sem qualquer cuidado", finaliza o ex-prefeito e atual secretário.


Publicidade


A reportagem do Portal Martin Behrend tentou contato com Vanessa na Prefeitura de Novo Hamburgo, mas ela já tinha se deslocado para Campo Bom - ela foi prestar depoimento na delegacia. Também tentou contato com o escritório do advogado Júlio Rodrigues, mas ninguém atendeu as ligações. Ainda foi feito contato pelo perfil do casal no Facebook, mas igualmente não houve retorno.


A Polícia Civil segue apurando as informações que estão chegando. Os autores do material, se identificados, deverão responder criminalmente por calúnia e difamação. No dia 2 de agosto, o Portal Martin Behrend publicou manifestação lamentando os ataques anônimos: http://www.martinbehrend.com.br/noticias/noticia/i....


O Portal Martin Behrend também sofre ataques de Fakes e de perfis que se escondem atrás de personagens ou nomes falsos para falar mal dos outros. O Portal Martin Behrend também lamenta que pessoas sigam patrocinando, prestigiando, seguindo e compartilhando perfis Fakes, perfis anônimos, que de forma covarde agem para atacar. Quem segue, prestigia e compartilha este tipo de perfil talvez ainda não tenha sido atacado, mas deve se lembrar: amanhã, sua família ou seu negócio também podem sofrer ataques anônimos ou de cidadãos covardes que se escondem para falar mal.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS