NOVO HAMBURGO

36°C

Publicidade

Secretária apresenta números animadores para liberar projetos e acelerar desenvolvimento de Novo Hamburgo

Roberta Gomes de Oliveira esteve na sessão desta quarta-feira da Câmara de Vereadores

10 de Agosto, 2017 às 10:02

Roberta Gomes de Oliveira trouxe números positivos durante apresentação na Câmara.

A sessão desta quarta-feira da Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo teve a presença da secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SMDUH), Roberta Gomes de Oliveira. O comparecimento ocorreu a partir de requerimento verbal do vereador Naasom Luciano (PTB), aprovado pelos demais parlamentares. A titular da pasta trouxe a explanação “Políticas, Perspectivas e Planos de Melhoria”.


Na sua apresentação aos parlamentares, Roberta divulgou duas estatísticas positivas para Novo Hamburgo. Elas têm relação direta com a capacidade de acelerar o desenvolvimento do município. Em relação à liberação de projetos pelo Poder Executivo, houve redução no número dos dias: de 248 para 182 (redução de 66 dias para liberar um projeto pela SMDUH). A base de comparação envolve o período até outubro de 2016 e após essa data, quando passou a valer o Projeto Legal de Arquitetura. “Ainda temos como melhorar internamente e tornar esse processo ainda mais ágil”, garante Roberta.


Uma outra redução ainda mais significativa envolve a liberação do habite-se. Até março deste ano, a média para liberação era de 312 dias. De abril até agosto, essa média despencou para 41 dias (redução de 271 dias). A diretora de Desenvolvimento Urbano, Laís Corteletti, esclarece que isso foi possível a partir de organização interna. “Buscamos organizar melhor nossos procedimentos e isso vem dando resultados”, destacou. Entre as medidas que agilizaram o serviço, estão conferência prévia da documentação; ajuste dos fluxos entre secretarias; protocolos seguem simultaneamente para Semam e ISSQN; isenções de licenças por arte da Semam e redução dos prazos de circulação entre as pastas.


Publicidade


A secretária municipal, porém, faz um alerta: é necessário que as empresas contratadas para elaborar projetos, bem como profissionais especializados, estejam atentos às leis e orientações da secretaria. “Não podemos fazer o trabalho deles dentro da secretaria. Temos um exemplo positivo de um projeto residencial que em 35 dias foi liberado, pois toda documentação estava correta e os ajustes foram feitos rapidamente”, destaca Roberta.


HOSPITAL DA UNIMED VS


Aproveitando a presença da titular da SMDUH, o vereador Raul Cassel (PMDB) cobrou total emprenho do Poder Executivo para garantir a liberação do projeto envolvendo o novo Hospital da Unimed VS, localizado em frente ao Parcão e ao lado do atual hospital. Ele destacou que é um investimento que vai oferecer mais 200 leitos hospitalares para comunidade, com aplicação de mais de R$ 200 milhões e geração aproximada de 1.000 empregos. A secretária lembrou que a obra está sendo planejada numa área protegida por um tombamento federal – e submetida à legislação federal. Um dos maiores entraves envolve o Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico e Nacional (IPHAN). “Ganhamos um prazo de 90 dias e estamos empenhados para que tudo esteja resolvido até outubro”, comentou Roberta.


Ela também destacou que a empresa responsável tem ajustes a fazer no projeto, principalmente em demandas relativas à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam). “É importante que todos façam a sua parte. A Prefeitura está fazendo seu acompanhamento e, ao mesmo tempo, a empresa precisa ajustar os pontos que ainda estão em aberto para que a legislação seja observada”, finalizou.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS