NOVO HAMBURGO

24°C

Publicidade

Mais um jornalista da Globo é vítima do ódio, raiva e covardia de militante da ala esquerdista

Jornalista foi provocado, molestado e intimidado por militante da esquerda durante embarque

16 de Junho, 2017 às 09:32

Alexandre Garcia foi covardemente provocado por militante da esquerda. Globo/Divulgação

Os ataques à liberdade de imprensa e liberdade de expressão só crescem no Brasil. O país é um dos dez mais violentos do mundo para jornalistas e está na posição 103 do ranking internacional de liberdade de imprensa.


Após a jornalista Miriam Leitão, da Rede Globo, passar por maus bocados durante voo de Brasília ao Rio de Janeiro – reportagem no link http://www.martinbehrend.com.br/noticias/noticia/i... – , agora foi outro jornalista da Globo, o gaúcho Alexandre Garcia, sentir na pele o ódio, a raiva e a covardia de um militante da esquerda.


Com uma câmera de vídeo em punho, um covarde militante ficou provocando Alexandre Garcia durante três minutos, do embarque até o ingresso na aeronave. Palavras e expressões como “golpista”, “eternamente golpista”, “pelego de militar”, “traíra”, “pelegos”, “terrorismo midiático” foram insistentemente repetidas para tentar constranger o jornalista. O homem que filmava parecia sutilmente espumar rancor e raiva pelo canto da boca.


Publicidade


Alexandre Garcia não reagiu aos ataques nem à provocação. Fez bem. Determinados personagens não merecem atenção e a indiferença é o melhor antídoto. Contudo, como jornalista, me sinto no dever de fazer o registro para que a sociedade perceba o descontrole da “democracia” brasileira, onde jornalistas são afrontados por covardes, que apontam suas “câmeras” como armas em busca de cinco minutos de fama.


Terrorismo barato. É isso que algumas alas da esquerda estão fazendo contra a imprensa. E ainda falam em liberdades e direitos. São covardes bandidos.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS