NOVO HAMBURGO

27°C

Publicidade

Alunas da IENH levam para Feira Nacional projeto sobre transformação de energia sonora em elétrica

Juli Karin Arnold e Nathália Hoffmeister já participaram de quatro feiras científicas nacionais e internacionais com a pesquisa

19 de Março, 2017 às 09:30

Juli Karin Arnold e Nathália Hoffmeister estarão na 17ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace). Divulgação

Após três cidades e dois países, a Física vai levar as alunas da 3ª série do Ensino Médio da IENH – Unidade Fundação Evangélica – Juli Karin Arnold e Nathália Hoffmeister para um novo destino. São Paulo poderá conhecer um projeto de pesquisa que propõe a redução do desperdício de energia e da poluição sonora, e que já garantiu mais de 30 troféus, medalhas e certificados para as estudantes.


Com o trabalho “Reciclagem de Ondas Sonoras para Obtenção de Energia Elétrica”, as meninas vão representar a IENH na 17ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que ocorre entre 21 e 23 de março, na Universidade de São Paulo (USP). Juli e Nathália, que são orientadas pelo Professor Ronaldo Martins, embarcam no domingo e buscam novas experiências na capital paulista. “Queremos compartilhar a nossa pesquisa, conhecer ainda mais o mundo da ciência através dos outros projetos e também fazer amizades com pessoas de diversas regiões do país”, contam.


No projeto que desenvolveram, Juli e Nathália propuseram uma técnica para transformação das ondas sonoras do ambiente em energia elétrica. Utilizando um dispositivo com funcionamento inverso ao alto falante, elas realizam a transformação das ondas. A ideia das meninas é trabalhar com o sistema de compensação, em que a energia gerada pelo dispositivo é direcionada à rede elétrica. As estudantes realizaram testes em ruas movimentadas de Novo Hamburgo, encontrando resultado positivo na geração de energia. Segundo elas, em função da grande geração de ruídos, a principal fonte de aplicação do projeto são os aeroportos. A ação reduziria custos com energia elétrica e diminuição do impacto sonoro no local.


Publicidade


Em 2016, as alunas participaram de quatro feiras científicas nacionais e internacionais, das quais levaram o título máximo de campeãs gerais em duas delas. Inicialmente, foram vencedoras da 40ª Feira de Ciências IENH, onde receberam o credenciamento para a Febrace. No Brasil, também participaram da Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia e Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) e da X Mostra Regional de Ciência e Tecnologia do Colégio Luterano Arthur Konrath – Mostra CLAK. Representando a IENH pela primeira vez fora do país, as estudantes trouxeram os prêmios de 1º lugar Geral e 1º lugar na Categoria Física da Feira Internacional de Ciência e Tecnologia (Cientec), realizada no Peru. Em Lima, ainda receberam o credenciamento para outras duas feiras que ocorrem em 2017, uma na Colômbia e outra no Paraguai.


Na Febrace, em que serão acompanhadas pela professora da IENH, Ana Paula Machado, as meninas buscam o credenciamento para a Intel ISEF – International Science and Engineering Fair, nos Estados Unidos. “Nossa expectativa é grande, mas sabemos que não é fácil, pois vamos concorrer com os melhores trabalhos do Brasil. Caso não conseguirmos, a experiência e todas as conquistas já valem à pena”, relata Juli.


Prêmio Votação Popular


Durante a Febrace, além de diversas premiações por área, as alunas Juli e Nathália também vão concorrer ao Prêmio Votação Popular na Febrace 2017. Para auxiliar as meninas, votando no projeto que desenvolveram, é muito simples e pode ser realizado por qualquer pessoa que tenha perfil no Facebook. Estando conectado à rede social, é necessário acessar este link (http://2017.febrace.org.br/virtual/2017/ENG/76/) e clicar em curtir. Até o dia 23 de março, você poderá votar no projeto ENG076 - Reciclagem de ondas sonoras para obtenção de energia elétrica.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS