NOVO HAMBURGO

25°C

Publicidade

A Estória na História do Brasil

O mundo todo reconhece que o povo brasileiro não sabe eleger seus líderes porque se deixa roubar de forma estapafúrdia

28 de Janeiro, 2017 às 16:22

Quando estudei história do Brasil pela primeira vez foi em 1960 e, portanto, tudo depois desta data era novidade. Mesmo assim já tinha tantas coisas a serem estudadas, entendidas, decoradas. Quantas datas! Agora, nas semanas que antecedem a volta às aulas, fico pensando que as crianças de hoje têm 57 anos de história a mais a ser estudada. E essa é a história que a minha geração ajudou a construir! Como será que vão ensiná-la?


A ditadura militar como uma fase horrível no passado do Brasil, chefiada pelas forças armadas? Vão dizer que tudo isso começou para evitar a infiltração comunista no país? E que isso aconteceu em quase toda América Latina como se fôssemos todos amestrados por alguma força maior?


Que naquele tempo a gente não podia viajar ao exterior livremente, somente comprovando que se ia numa feira ou visitar parentes, e que os valores em dólares eram supercontrolados? Que cartão de credito no Brasil não existia? Com uma inflação de 300% ao ano, nenhuma controladora de cartão sabia mesmo como administrar. Com 100% de perda, não acaba tudo?


Irão ensinar que o Brasil teve um atraso abissal por conta das reservas que nosso governo impunha à entrada de tecnologias novas, principalmente na área da informática, beneficiando empresas amigas, como as produtoras de automóveis? Que ninguém podia ter fax porque era proibida a importação no Brasil, e que não tinha produção nacional? Mas que todos tinham um aparelho para poder trabalhar com exportação, e quando chegava alguém com ar de polícia até a senhora do cafezinho sabia onde esconder o fax?


Publicidade


E depois, o movimento Diretas Já? E o primeiro presidente eleito ter morrido antes de tomar posse? E o outro, Fernando Collor, ter confiscado o dinheiro do povo brasileiro, sem a menor vergonha? Será que vão contar que houve pessoas que se suicidaram ou morreram de depressão por isso? Principalmente pessoas de uma certa idade, que tinham vendido o que tinham, e depositado o dinheiro no banco. Sobrou só vento!


Será que vão ensinar que o PT nasceu, devagarinho, como uma esperança de honestidade para toda essa velhacaria existente? Com um projeto que se mostrou realmente utópico, porque se perdeu assim que foram chegando ao poder. Hoje ninguém nem se lembra que houve tal projeto. Que o PT se aliou aos arqui-inimigos num conluio tão sujo que “nunca antes neste pais teve um igual antes?” Que esse governo-conluio roubou a esperança do trabalhador, do aposentado, do estudante, e até do vagabundo? E que roubar a esperança é muito mais sério que roubar qualquer outra coisa?


Que o mundo todo reconhece que o povo brasileiro não sabe eleger seus líderes porque se deixa roubar de forma estapafúrdia. Que manter o baixo nível educacional da maioria da população, é a maneira mais fácil de manobrar o povo? Será que vão ensinar que o atual presidente era “sócio” do conluio anterior, e quando viu que o barco ia afundar, solene e descaradamente desembarcou?


Que um juiz começou uma faxina na corrupção, e que o relator dos indiciamentos morreu num acidente aéreo, dias antes de anunciar os fatos publicamente? Será que vão ensinar todo esse lixo em História do Brasil? Ou tudo isso será uma Estória a ser contada pelos avós em tardes de domingo, frias, chuvosas e sem luz?

Autor

Edela Land

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS