NOVO HAMBURGO

28°C

Publicidade

Políticos eleitos... Não esqueçam do esporte!

Transformar nossas cidades e garantir melhor qualidade de vida no futuro passa também pelo esporte

11 de Outubro, 2016 às 11:32

Judoca Rafael Silva, ouro nos Jogos do Rio 2016, é uma inspiração para mais investimentos no esporte. Divulgação

Com o fim do período eleitoral, um dos momentos mais importantes para o futuro de cidades, é hora de candidatos eleitos pensarem nos próximos quatro anos, do que será investido nas cidades. Mas, em época de crise, é preciso pensar no que será “cortado” em relações aos gastos, para fechar as contas e garantir a manutenção dos serviços.


Tudo isso é importante e precisa ser realizado com total responsabilidade. Conhecendo a realidade de várias cidades pelas quais já tivemos a oportunidade de circular ou mesmo se informar, fica claro que um planejamento em curto prazo pode acabar tornando-se nulo, obsoleto. Os prefeitos e vereadores que assumirem seus cargos a partir de 1º de janeiro de 2017 precisam ter consciência que o futuro de seus municípios vai muito além de um planejamento para os quatro anos de mandato. É preciso organização e atitudes que superem governos, é preciso de programas que garantam o futuro de moradores destas cidades que ainda não nasceram. E entre esses planejamentos que começam a ser pensados, o esporte precisa estar inserido. É prioridade? Pode até não ser, mas é extremamente necessário.



Publicidade


Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos realizados no Rio de Janeiro deixaram lições que vão muito além de competições, de superação de metas individuais. O evento mostrou a grande capacidade de transformação social, cultural e a mobilização que o esporte carrega consigo. Entendemos que não precisa ser tratado como plataforma principal de governo, mas sim que deva ser um aliado para melhorar os níveis de educação, reduzir os índices de criminalidade, de evasão escolar, entre outros problemas que as grandes, médias e pequenas cidades enfrentam.


É preciso começar de baixo, nas escolas, desde os mais pequenos até o Ensino Médio. De nada adianta pensar em tirar as crianças e os jovens das ruas se não oportunizar atividades à eles. Neste contexto que o esporte entra. Proporcionando formas de ocupação e educação através do esporte, automaticamente se estará reduzindo os índices negativos de desenvolvimento das cidades.


A integração entre as diversas políticas públicas são necessárias e o esporte deve estar nesse círculo. E essa integração, pensada a longo prazo, será, automaticamente, a garantia de um futuro diferente para nossos municípios em um futuro não muito distante. Portanto senhores prefeitos e vereadores eleitos... não esqueçam do esporte.

Autor

Cássios Diogo Schaab

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS