NOVO HAMBURGO

25°C

Publicidade

Secretário está triste com Bradesco. Diretor ataca imprensa. Mas eles não respondem: cadê os R$ 30 mil?

Valor de R$ 30 mil para as Meninas Cantoras de Novo Hamburgo, aprovado no ano passado, sumiu na Secretaria de Cultura

11 de Julho, 2016 às 11:37

As Meninas Cantoras de Novo Hamburgo estão levando um calote da Prefeitura. No ano passado, o grupo teve aprovada uma subvenção no valor de R$ 30 mil. A articulação ocorreu entre Legislativo e Executivo. O valor deveria ser repassado a partir de janeiro deste ano – em 12 parcelas de R$ 2,5 mil para honrar compromissos básicos de manutenção do trabalho.


Estamos em 11 de julho de 2016. Até o momento, o valor não foi repassado. O prejuízo está estabelecido. Mas as preocupações do secretário de Cultura de Novo Hamburgo, Carlos Mosmann, e do diretor de Cultura de Novo Hamburgo, Eliandro Cantini, não são com as Meninas Cantoras - conforme análise das manifestações públicas de ambos. Um dos servidores municipais está triste com a posição da bandeira do Bradesco na passagem da Tocha Olímpica pelo município e o outro escreveu no Facebook que sou uma fonte “sem a mínima credibilidade”. Mínima! Esses são os discursos prioritários da dupla que comanda a Cultura em Novo Hamburgo.


Publicidade


Até agora, o Conselho Municipal de Cultura, presidido pelo escritor Henrique Schneider e que tem mais de 50% de integrantes ligados ao governo, não se manifestou publicamente sobre o assunto. Acima está o meu comentário sobre o tema.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS